COMPARTILHANDO A PALAVRA DE DEUS





NOSSA REDE - VÁRIAS PÁGINAS QUE OFERECE INFORMAÇÃO E EDIFICAÇÃO AOS INTERNAUTAS QUE PASSAM POR AQUI


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Resumo da pregação de Domingo 23/11/2014 na IAP/GBI

Sei que ao lê esse texto você vai se depará com alguns erros de digitação e até de ortografia, mas espero em Deus que aquilo que for importante para o seu crescimento espiritual possa sobrepor aos erros encontrados, que Deus lhes abençoe.

Benefícios desfrutados pelos que foram justificados


"Porque os palácios serão abandonados, a multidão da cidade cessará; e as fortificações e as torres servirão de cavernas para sempre, para alegria dos jumentos monteses, e para pasto dos rebanhos;
Até que se derrame sobre nós o espírito lá do alto; então o deserto se tornará em campo fértil, e o campo fértil será reputado por um bosque.
E o juízo habitará no deserto, e a justiça morará no campo fértil.
E o efeito da justiça será paz, e a operação da justiça, repouso e segurança para sempre.
E o meu povo habitará em morada de paz, e em moradas bem seguras, e em lugares quietos de descanso". Isaías 32:14-18
Deus fez uma promessa ao seu povo: “Eis que reinará um rei com justiça, e dominarão os príncipes segundo o juízo”. Isaías 32:1. Um rei reinará e estabelecerá a justiça e a paz.
Essa é uma promessa para aqueles que invocam o nome do Senhor, os que confiam na sua justiça verão a sua gloria e desfrutarão dessas maravilhosas bênçãos. “E há de ser que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo; porque no monte Sião e em Jerusalém haverá livramento, assim como disse o Senhor, e entre os sobreviventes, aqueles que o Senhor chamar”, Joel 2:32.
A partir dessa premissa veremos alguns grandes benefícios desfrutados pelos que foram justificados... Mediante a fé.
Para isso convido você a fazer uma viagem maravilhosa por meio de alguns versículos da Bíblia, capitulo 5:1-5 da epístola Aos Romanos.
1 – Paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.
Aquilo que era inimizade entre nós e o nosso Deus foi removido e agora não vivemos, mas em guerra. “Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz, e pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades”, Efésios 2:13-16.
2 – Recebemos um favor imerecido
De inimigo passamos a condição de amigos e de amigos nos tornamos filhos de Deus.
Somos amados por Deus, como ele amou a Cristo, nos ama também.
Tudo isso nos leva a pensar: porque que muitos mesmo tendo conhecimento de tão grande amor ainda vivem desesperados em tribulações que parecem não ter fim? Às vezes até culpando a Deus pelas suas aflições? A partir dos próximos pontos veremos que é preciso compreender como essas bênçãos de Deus devem ser entendidas e vividas por aqueles que foram justificados por Cristo. Vejamos!
3 – Nos regozijamos na esperança da gloria de Deus
Amados a falta de entendimento do que é viver a vida com Cristo é que traz muitas confusões para a vida, muitos pensam que viver a nova vida é desfrutar de tudo que o mundo pode oferecer, pensam que viver a paz em Cristo é algo só para essa vida, então vivem a vida loucamente e se lhe falta as coisas que lhe traz alegria e a sensação de conforto, então logo tudo vai mal! Dizem: não tenho nenhum motivo pra sentir alegria se mim falta tantas coisas!
Precisamos entender que o que nos faz sentir prazer no Senhor vai além de desfrutarmos das delicias desta vida. Devemos nos alegrar com a certeza que Cristo Voltará e como ele foi glorificado pelo Pai, assim nós que cremos em suas promessas também seremos glorificados juntamente com ele.
4 – Nos gloriamos nas próprias tribulações
Precisamos também entender que o gloriarmos nas tribulações não se trata dos desconfortos presente, mas nos resultados que vamos obter por causa da tribulação presente, como disse o apostolo Paulo: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé”, 2 Timóteo 4:7.
O apostolo tem certeza que tudo que viveu nesse mundo tanto de bom como de ruim, não pode se comparar com gloria que Deus tem para revelar naquele grande dia.
“Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda”, 2 Timóteo 4:8. Veja como é o viver com Cisto, é um paradoxo espantoso você obter paciência por meio de uma tribulação, mas é só pensar que Deus nos dá batalhas para serem vencidas em seu nome, para haver vitória é claro que precisa haver lutas, é assim que aprendemos a perseverará, entendeu!
5 – A perseverança produz experiência
É por meio da tribulação que somos aprovados por Deus, quando o buscamos com fé.  E quando reconhecemos que Deu está conosco realizando em nós a sua obra, isso nos enche de esperança, esperança que nos conduz à vida eterna.
6 – A esperança não confunde
Falamos no inicio sobre o porquê de tanta gente confusa nesse mundo, e chegando nesse ponto somos surpreendidos com essa afirmação “a esperança não confunde”. Isso acontece porque temos convicção da fidelidade de Deus. A nossa fé não está apoiada em uma ilusão, como Deus é real, assim é suas promessas.
A confusão existe pelo fato de estarem olhando em outra direção, devemos olhar para aquele que pode nos dá vida... ”Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus”, Hebreus 12:2. E o que nos deixa mais firme é saber que o amor de DEUS FOI DERRAMADO em nossos corações pelo Espirito Santo. Portanto temos nossa vida abençoada quando servimos a Deus por que cremos que a nossa fé mais que uma simples crença, mas uma convicção profunda de que um Deus pessoal nos ama como indivíduos.   

Amados! Jesus está voltando pela segunda vez para cumprir suas promessas em nós, mesmo vivendo tempos difíceis tenhamos fé no Senhor que a cada dia nos tem dado provas do seu imenso amor, principalmente pelo fato de ter nos amado em nossa impiedade, nos deu o seu Espirito Santo para nos fazer lembrar que ele não nos abandonou, Ele está sempre disposto a ajudar a aquele que o busca. Ele não se esquece de você, busque entender como ele te amou e te ama ainda hoje.

Pr. Carlos Azevedo - é pastor em tempo integral no Setor agraste 2 Convenção Bahia/IAP/GBI E PMA

Bíblia e Comentário Bíblico popular NT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NOS ACOMPANHE