COMPARTILHANDO A PALAVRA DE DEUS





NOSSA REDE - VÁRIAS PÁGINAS QUE OFERECE INFORMAÇÃO E EDIFICAÇÃO AOS INTERNAUTAS QUE PASSAM POR AQUI


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 25 de dezembro de 2016

O DIREITO E A JUSTIÇA DE DEUS

NÃO QUEBREM A ALIANÇA COM DEUS - Jeremias 22:1-30

Deus cobra das autoridades e do povo uma vida de retidão e justiça
Quando o direito e justiça prevalecem, a nação é preservada.
DIREITO – Uma linha reta; conforme a lei; faculdade legal de praticar um ato conjunto de leis ou preceitos que regulam as relações sociais;...
JUSTIÇA – Podemos dizer que é o que está de acordo com o direito. Enquanto que o direito observa as regras, as leis, a justiça observa a aplicabilidade das leis. Consiste em atribui a cada um a quilo que de direito lhe pertence. Ela pode premiar ou punir segundo o direito.
Onde queremos chegar com tudo isso? Dizer que Deus se preocupa com a justiça e o direito, embora muitos pensem o contrario.
Lembrando da expressão: Quando o direito e justiça prevalecem, a nação é preservada, lembramos também que o direito é a justiça de Deus sempre foi pela preservação do seu povo. O seu direito e a sua justiça lhe confere poder supremo para legislar, Se vocês, de fato, fizerem o que eu estou mandando, então os descendentes de Davi continuarão a serem reis. Eles continuarão a passar pelos portões deste palácio sentados em carros e montados em cavalos, junto com os seus oficiais e com o seu povo. Mas, se vocês não obedecerem às minhas palavras, então eu juro por mim mesmo que este palácio se tornará um monte de pedras. Sou eu, o SENHOR, quem está falando.22: 4,5.
Um reino pode ser poderoso como for, mas se não for reto e justo segundo a vontade de Deus ele pode se tornar em nada. Porque assim diz o SENHOR acerca da casa do rei de Judá: Tu és para mim Gileade e a cabeça do Líbano; mas por certo que farei de ti um deserto e cidades desabitadas. 22:6.
Porque ele faz comparações com Gileade e com o Líbano – Gileade: Região montanhosa e florestal que ficava a leste do Jordão, (Gn 31:21) famosa pelo balsamo que produzia (Jr 8:22; Mq 7:14).
Líbano – Região formada por duas cordilheiras de montanhas localizadas ao longo da costa Síria, correndo de norte a sudoeste. Esses montes eram conhecidos pelos famosos cedros que foram usados na construção do templo de Salomão
Mesmo no tempo da graça os princípios de Deus continuam os mesmos, ele pode mudar a forma de aplica-los, mas os valores são os mesmos. Direito e justiça para Deus nunca vão mudar.
Não importa quem seja, se ele tivesse que falar para Israel dentro dos seus costumes e tivesse que falar para cristão dentro dos seus costumes nos dias de hoje, será que o seu direito e a sua justiça iria favorecer a um em detrimento do outro? Pois bem a graça tira de todos, o peso do sacrifício meritório daquela lei, (Porque, tendo a lei a sombra dos bens futuros e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem cada ano, pode aperfeiçoar os que a eles se chegam Hebreus 10:1) pois como sabemos tal peso Jesus suportou por nós na cruz. Portanto a graça não livra quem quer que seja de serem obedientes de observar e cumprir com a justiça de Deus.
O que pode ser também observado em Jeremias 22:1-30 é que aqueles que não mantêm sua fidelidade aos princípios de Deus, perdem os seus direitos. Deus trata disso de modo justo.
VEJAMOS 3 EXEMPLOS
1 – Salum ou Jeoacaz; sobre ele diz: Povo de Judá, não chore pelo rei Josias, nem lamente a sua morte, mas chore amargamente por Jeoacaz, seu filho. Vão levá-lo, e ele nunca mais voltará, nunca mais verá a terra onde nasceu. Pois o que o SENHOR Deus diz a respeito de Jeoacaz, filho de Josias, que ficou no lugar do seu pai como rei de Judá, é o seguinte: —Ele foi embora daqui para sempre, para nunca mais voltar. Ele morrerá no país para onde o levaram e nunca mais verá esta terra.
 22:10-12. Esse foi levado cativo para o Egito onde morreu, sem voltar a sua terra natal, (muitos também não verão a pátria celestial).
2 – Jeoaquim; esse não conheceu a Deus, pois também não andou em retidão (13-22). Ai daquele que edifica a sua casa com injustiça e os seus aposentos sem direito; que se serve do serviço do seu próximo, sem paga, e não lhe dá o salário do seu trabalho; que diz: Edificarei para mim uma casa espaçosa e aposentos largos, e lhe abre janelas, e está forrada de cedro e pintada de vermelhão.  Reinarás tu, só porque te encerras em cedro? Acaso, teu pai não comeu e bebeu e não exercitou o juízo e a justiça? Por isso, tudo lhe sucedeu bem.  Julgou a causa do aflito e do necessitado; então, lhe sucedeu bem; porventura, não é isto conhecer-me? —diz o SENHOR.  Mas os teus olhos e o teu coração não atentam senão para a tua avareza, e para o sangue inocente, a fim de derramá-lo, e para a opressão, e para a violência, a fim de levar isso a efeito, 13-17. Muitos dizem conhecer a Deus, mas conhecer a Deus também é julgar retamente as causas dos necessitados de modo justo.
Este desde moço nunca deu ouvido à voz de Deus (21), portanto esse é o seu fim (19). Será também o fim de todos que hoje não ouvem a voz de Deus.
3 – Conias ou Jeoconias; 24-30. Esse foi levado para babilônia e lá morreu, nenhum dos seus filhos ocupou o seu lugar no trono de Davi. O seu sucessor foi seu tio Zedequias, o ultimo rei de Judá.
Para Deus não importa as patentes, os diplomas, se é vereador, prefeito, deputado, senador, governador, presidentes e etc. Deus tem prerrogativa.
Em Isaias 1:18, está escrito: Vinde, então, e argui-me, diz o SENHOR; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã. È ele que perdoa pecado e salva; Ele exalta; Porque, se, deveras, cumprirdes esta palavra, entrarão pelas portas desta casa os reis que se assentarão no lugar de Davi sobre o seu trono, em carros e montados em cavalos, eles, e os seus servos, e o seu povo, Jr 22:4.
O texto de Isaias não está dizendo que ele premia o pecado, veja o que ele diz aqui nos versículos 19 e 20 do mesmo capítulo de Isaias, Se forem humildes e me obedecerem, vocês comerão das coisas boas que a terra produz.  Mas, se forem rebeldes e desobedientes, serão mortos na guerra. Eu, o SENHOR, falei.

Veja também o que ele diz no versículo 5 de Jeremias 22, Mas, se não derdes ouvidos a estas palavras, por mim mesmo tenho jurado, diz o SENHOR, que esta casa se tornará em assolação. Tudo está debaixo da vontade do soberano.
Hoje também somos um povo, uma nação e querendo ou não estamos debaixo do direito e da justiça divina, precisamos ouvir a voz de Deus se é que pretendemos prosperar na vida ou na morte. Porque o nosso galardão, (recompensa) depende do relacionamento que tivermos em vida com Deus.

Tudo isso porque ele é justo.
Pr. Carlos Azevedo - IAP DE GUANAMBI-BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NOS ACOMPANHE