COMPARTILHANDO A PALAVRA DE DEUS





NOSSA REDE - VÁRIAS PÁGINAS QUE OFERECE INFORMAÇÃO E EDIFICAÇÃO AOS INTERNAUTAS QUE PASSAM POR AQUI


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 12 de abril de 2016

NÃO QUEBRE O PACTO

JEREMIAS 11 - Palavras do passado para o tempo presente


A palavra que veio a Jeremias, da parte do SENHOR, dizendo: Ouvi as palavras deste concerto e falai aos homens de Judá e aos habitantes de Jerusalém. Dize-lhes, pois: Assim diz o SENHOR, o Deus de Israel: Maldito o homem que não escuta as palavras deste concerto,  que ordenei a vossos pais no dia em que os tirei da terra do Egito, da fornalha de ferro, dizendo: Dai ouvidos à minha voz e fazei conforme tudo que vos mando; e vós me sereis a mim por povo, e eu vos serei a vós por Deus; para que confirme o juramento que fiz a vossos pais de dar-lhes uma terra que manasse leite e mel, como se vê neste dia. Então, eu respondi e disse: Amém, ó SENHOR! JEREMIAS 11: 1-5.
A palavra que veio a Jeremias da parte do Senhor, foi: ouve as palavras deste concerto, falai aos homens de Judá e aos habitantes de Jerusalém.
Alguns questionamentos se fazem necessário:
1 - Ouvir o que? ...A palavra que veio a Jeremias, da parte do SENHOR...
2 - Que palavras são estas?...palavras deste concerto...
2 - Ouvir para que? ...falai aos homens de Judá e aos habitantes de Jerusalém.
3 – Falar o que? ...Assim diz o SENHOR, o Deus de Israel...
4 – O que disse o Senhor?...Maldito o homem que não escutar as palavras deste concerto...
5 – Quais foram as palavras do pacto?...Dai ouvidos à minha voz e fazei conforme tudo que vos mando; e vós me sereis a mim por povo, e eu vos serei a vós por Deus; para que confirme o juramento que fiz a vossos pais de dar-lhes uma terra que manasse leite e mel...
Deus lembra os homens de Judá e os habitantes de Jerusalém que, fazendo conforme ao que ele manda, eles serão o seu povo e Ele será o seu Deus, para que confirmem o juramento feito aos seus pais de lhes da uma terra que manasse leite e mel.
Um concerto é uma aliança – As leis contidas em Êxodo 20:22 - 23:19, que são uma explicação e aplicação dos DEZ MANDAMENTOS, podem ser chamadas livro do concerto.
Então quando Deus os convida para ouvir o pacto, é lembrar o acordo que ele já tinha feito com os pais no passado.
Os convocados como já sabemos, são os homens de Judá e aos habitantes de Jerusalém. Quem são estas pessoas? Príncipes, reis, sacerdotes e todo o povo.
O dever de ouvir e obedecer à palavra de DEUS é de todos, por isso ele diz: falai aos homens de Judá, ao povo da tribo, os descendentes de Judá, quarto filho de Jacó e aos habitantes de Jerusalém, que havia se tornado capital do Reino unido, nos dias de Saul, Davi e Salomão.
Depois de Salomão, a Terra Prometida foi dividida em dois reinos: Reino do Norte (Israel) - capital em Samaria - e Reino do Sul (Judá) - capital em Jerusalém. 1Reis 12 - 22; 2Reis 1 - 17; Amós Oseias, Isaías, Miqueias.
Deus quer que tribos e nações ouçam a sua voz, não apenas um grupo de pessoas.
As nações dos nossos dias perecerão porque rejeitam o Senhor desta nação, adoram mais a criatura que o criador. A idolatria condenada pelo Senhor naqueles dias era bem acentuada, ”Porque o SENHOR dos Exércitos, que te plantou, pronunciou contra ti o mal, pela maldade da casa de Israel e da casa de Judá, que para si mesmos fizeram, pois me provocaram à ira, queimando incenso a Baal, Jeremias 11:17.
 Podemos dizer que hoje a idolatria é bem mais esporádica e para muitos até um tanto irrelevante. Com tudo, mesmo não estando nós vivendo nos dias de exacerbada adoração aos ídolos, como o culto a Baal que foi uma das piores tentações dos israelitas, desde os tempos antigos, há em nossos dias um culto perigosíssimo que leva o homem cada vez mais para longe do Deus único, que é a adoração a si mesmo, o ego, o ser feliz acima de tudo, em alguns casos desconhecendo e rejeitando totalmente o que pensa Deus. A cultura também é algo que pode desvirtuar e muito do verdadeiro Deus. Tudo isso, que também não é novo, tem levado as pessoas a fazerem suas escolhas em nome de uma liberdade, e amparados por um estado laico.
Vejamos o exemplo dessa matéria encontrada aqui: http://pantokrator.org.br/po/artigos-pantokrator/verdadeiro-significado-estado-laico/
“Atualmente, o termo Estado laico vem sendo utilizado no Brasil como fundamento para a insurgência contra a instituição de feriados nacionais para comemorações de datas religiosas, a instituição de monumentos com conotação religiosa em logradouros públicos e contra o uso de símbolos religiosos em repartições públicas. A mais recente foi a decisão do Tribunal de Justiça gaúcho acatando pedido da liga brasileira de lésbicas e de outras entidades sociais sobre a retirada dos crucifixos e símbolos religiosos nos espaços públicos dos prédios da Justiça gaúcha!.
Antes de tudo, devemos observar que é natural a presença de símbolos religiosos cristãos em repartições públicas num país de formação eminentemente cristã. Quanto a isso, pensemos um pouco: a quem ofende a presença de um crucifixo num lugar público? Para os agnósticos, por exemplo, ele nada representa, é mera figura decorativa; no máximo, uma escultura, uma obra de arte. Para os não cristãos, nada significa”.
Mas será que Deus pensa e diz algo a respeito dos meros símbolos ou meras figuras?
Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra, Êxodo 20:4”.
Tornem-se semelhantes a eles os que os fazem e todos os que neles confiam Salmos 115:8”.

A questão não deveria ser discutida aqui nessa matéria, por exemplo, com a liga brasileira de lésbicas, mas sim com o legislador maior, aquele que nos deu a Lei e ordenou que a cumpríssemos. 
Em Jeremias 11, está em pauta o quebrantamento do pacto, e segundo a palavra isso traz graves consequências,... Maldito o homem que não escutar as palavras deste concerto,... Mas os que mantivessem o acordo se tornariam seu povo e Ele se tornaria o seu Deus.
Pastor Carlos Oliveira Azevedo

Setor Agreste 2 Guanambi – Convenção Bahia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NOS ACOMPANHE